sábado, 7 de abril de 2012



Se existe alguém na linha, se tem alguém no ar
Por favor responda agora, não me faça esperar...
Há uma certa urgência, Alô informação!
Aqui sou eu sozinho do outro lado
Não sei não, Sei!...
Instalei uma antena e lancei um sinal
Há nada no radar, procuro no dial...
Aviso aos navegantes, tem mais alguém aí?
Só ouço o som da minha, própria voz a repetir...

S.O.S. Solidão!

Hoje to meio assim... :/



2 comentários:

Michele disse...

Luane

Ânimo novo, moça!
Sorria. Não existe solidão que nunca termine.

:)

Um beijo

Marcos de Sousa disse...

Concordo com a Michele, não há solidão que não termine.

Gostei do blog e estou seguindo-te.

Beijos